Os 12 princípios para um crescimento exponencial eficiente

Existe um conjunto de 12 princípios que podem se tornar o norte daqueles que buscam favorecer o desenvolvimento de uma startup, assessorando no planejamento de estratégias para assegurar o sucesso do caminho traçado. Conheça e entenda sobre eles abaixo.

 

Princípio 1

A velocidade do desenvolvimento de uma empresa vem aumentando conforme a ciência do crescimento é dominada a cada ano. É cada vez mais amplo o leque de startups conseguem triplicar sua receita nos dois primeiros anos e duplicar nos três anos seguintes (T2D3). Hoje, essa é uma meta possível de ser traçada e atingida.

 

Princípio 2

Para conquistar essa velocidade no crescimento, é preciso investimento, estudo e planejamento.

 

Princípio 3

É necessário entender a importância em distribuir foco e recurso de maneira adequada. A produção de uma peça de qualidade compõe apenas uma parte do processo e o lucro depende de inúmeras variantes, a principal sendo a resposta do consumidor. É preciso analisar e investir corretamente nas etapas existentes entre produção, divulgação, atendimento e venda.

 

Princípio 4

Encontre um grupo inicial para se concentrar. Determine um nicho, domine-o e a partir daí estude um crescimento sequencial.

 

Princípio 5

Quanto mais específico e focado o primeiro nicho, maior a competência nas áreas de produto, venda e atendimento. Deve ser resumido em: 1 persona, 1 produto, 1 canal de venda e 1 fonte de lead.

 

Princípio 6

A maior parte da energia da empresa deve estar voltada para o aperfeiçoamento do foco presente, sem deixar de visar os próximos passos.

 

Princípio 7

Tenha uma base sólida de leads (geração de oportunidade). Quando se acumula inúmeros canais e fontes de leads, o enfoque fica disperso e se torna difícil encontrar o canal certo que vai, de fato, impulsionar a empresa.

Princípio 8

A melhor forma de medir foco e qualidade do nicho inicial é o ticket médio. Ele define o sortimento ideal de mercadorias ou funcionalidades, o que define o modal de vendas que, por sua vez, auxilia na definição da integração de talentos para compor a empresa.

 

Princípio 9

Existem 4 modais (no-touch; low-touch; high-touch; other-people-touch) e as empresas devem empregar apenas um por estágio de crescimento – salvo os casos de plataforma, onde atendem mais de um mercado e precisam de dois modais funcionando ao mesmo tempo.

 

Princípio 10

A produtividade de cada indivíduo faz a diferença. O crescimento acontece com a força da produtividade determinada de todos que somam a equipe de uma startup. Ela está ligada a eficiência de toda máquina de vendas.

 

Princípio 11

Tendo obtido êxito no nicho inicial, inicia-se o processo de conquistas adjacentes por acréscimo, para crescimento sequencial.

 

Princípio 12

Esses princípios são aplicados nos principais modelos de negócios que são usados por empresas.

   

É preciso abrir a mente e ampliar seu campo de visão quando se deseja garantir bons resultados e ir longe.

Quando Arquimedes disse: “Dê-me uma alavanca e um ponto de apoio e sozinho levantarei o mundo”, ele pavimentou um caminho de coragem para aqueles que estão dispostos.

Pense macro!

Fique por dentro
das novidades
Nada de spam por aqui! Muitas notícias, insights, informações e conhecimentos compartilhados sobre o munda das vendas.