A relação entre conceitos e aplicabilidades

Cada vez mais estamos buscando formas de acelerar esses processos de forma objetiva e eficaz em todas as áreas possíveis da vida.

Por que existe esse desejo pelo crescimento? De onde ele surge? Quando você reflete sobre essas questões, o pensamento é voltado para o desenvolvimento pessoal e individual. É a conclusão lógica inicial, mas o que acontece quando utilizamos esse mesmo desejo em outros campos, adequando essa perspectiva a novas possibilidades?

Uma das invenções de Arquimedes de Siracusa – a alavanca – é capaz de servir como ponto de partida para o entendimento de uma ideia com poder de aplicabilidade muito maior, demonstrando exatamente como é viável realocar o conceito de desenvolvimento/crescimento.

Você deve estar se perguntando o que uma alavanca poderia fazer por você além do óbvio e qual outro sentido ela teria fora de seu propósito original. Na física, a alavanca serve para intensificar a força sobre outro objeto. Quando dizemos que alavancamos algo, queremos dizer que ele foi impulsionado.

Ele progrediu. 

 

O início desse artigo fala, justamente, sobre nossa demanda por progressão. Olhando para o quadro como um todo, entende-se como essa ideia pode auxiliar na possibilidade de crescimento eficiente. Do ponto de vista empresarial econômico, por exemplo, um elemento que contribua para o aumento significativo na renda recorrente anual (como um crescimento T2D3) pode garantir o processo de alavancagem de uma empresa.

Existe um conjunto de 12 princípios que podem se tornar o norte daqueles que buscam favorecer o desenvolvimento de uma startup, assessorando no planejamento de estratégias para assegurar o sucesso do caminho traçado.

 

Conheça e entenda sobre eles no próximo artigo.

Fique por dentro
das novidades
Nada de spam por aqui! Muitas notícias, insights, informações e conhecimentos compartilhados sobre o munda das vendas.